Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Acerca da cerca.

Imagem
Acerca da cerca.
Existe um adágio popular que diz: "a praça é nossa", muito comumente usado por um conhecido programa de entretenimento, possivelmente com referências à um espaço público, de todos, para todos! Mas, eu, humildemente pergunto: a praça é nossa? Fechada para reforma desde março de 2018, (mais ou menos no auge da migração venezuelana para o nosso Estado, seria segregação?), a Praça Simon Bolívar (nome dado em homenagem ao líder político e militar venezuelano, ops! Chefe das revoluções que libertaram a Venezuela, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Bolívia do domínio espanhol), foi reaberta nesta última segunda feira 21 de janeiro, com algo a mais que chamou muito a atenção de transeuntes e possíveis usuários, o polêmico gradil ou, a cerca, que circunda toda a circunferência da mesma. Agora haverão apenas duas entradas/saídas da praça e horários deverão ser respeitados para a frequência, todos os dias de 6h da manhã às 18h da tarde. Serão hasteadas bandeiras do Bras…

Minha Alma Gêmea

Minha Alma Gêmea _______________________________________________________________________________                                                                                                                        JB Fernandes Minha alma gêmea fez plástica  e mudou de endereço fugiu sem deixar apreço diante de meus olhos embaçados de lágrimas sumiu sem deixar convicção do nada na certeza de quem sabe que não quer voltar.
Espalha hoje por ai que me perdeu  e que ainda sinto a falta de seu amor proibido escondido e assumido por nós dois loucos, iludidos.
Partiu sem deixar saudades me deixou nesta ansiedade sem me dizer as verdades que eu queria ouvir levou consigo tudo que lhe dei  e o que não dei também foi embora em plena luz do dia  e deixou que a noite revelasse a falta que ela me faria.
Deixou para mim um misto de angústia raiva ou arrependimento ódio ou contentamento desapareceu e me deixou em paz.
Leva contigo tudo o que puder porque aquilo que você mais quer ainda guardo aqui comigo meu amor próprio meu…

No Que Se Refere Ao "Brasil, um país do passado".

Li agora à pouco uma matéria do colunista Philipp Lichterbeck, residente no Rio de Janeiro, proveniente de Berlim, colaborador dentre outras coisas, dos jornais Tagesspiegel (Berlim), Wochenzeitung (Zurique) e Wiener Zeitung, onde o mesmo escreve sobre a atual situação política no Brasil. O referido colunista fala sobre o anti-intelectualismo em evidência hoje, segundo as palavras transcritas de Isaac Asimov: ..."que lembra a inquisição,alimentado pela falsa noção de que a democracia significa que a minha ignorância é tão boa quanto o seu conhecimento". (leiam na íntegra por favor): https://www.dw.com/pt-br/brasil-um-pa%C3%ADs-do-passado/a-46477566 Concordo com o nobre colunista de que o Brasil segue rumo ao passado, mas em partes.   Há sem dúvidas uma crescente onda de fanatismos religiosos, mas também de agentes partidários. Porém, não creio que hajam tantas distorções como diz o autor do texto. Creio sim, que ele apenas engrossa o coro de revoltos e radicais que ao invés de …

Nós, Os Hipócritas!

Falar sobre hipócritas, cínicos e preconceituosos, é também um exercício do não me fazer ausente. 

Etimologicamente falando, cínico se caracteriza por uma pessoa que despreza as aparências e as convenções sociais e pregam uma vida radicalmente simples e independente. Logo, dificilmente seríamos cínicos por completos pois, muitos de nós nos preocupamos e muito, com as aparências! Levando então uma vida nada "simples", dado ao esforço tremendo para se fazer notada como pessoa, entre as comunidades, em meio aos "grupos".  E, quanto à independência, esta, está totalmente descartada já que voluntaria ou involuntariamente, dependemos uns dos outros. Já no que se refere aos preconceituosos, eu poderia encher uma série de livros, onde podemos nos identificar como seres preconceituosos sim, em menor ou em maior escala, não importa. Preconceito é pecado e não existe o pecadinho e nem o pecadão. Pecado é pecado e pronto!  E sim, somos todos, sem qualquer exceção, preconceituos…

O Papa E Os Falsos Cristãos

Admiro-me muito que uma figura tão respeitada e catedrática como o Papa, tenha realmente feito apologia ao ateísmo em sua primeira audiência do ano no Vaticano. Ora, logo Francisco. Ele que é o representante maior da Igreja Católica, que vive avidamente em busca de fieis, inclusive deturpando a Bíblia em detrimento dos "novos" membros, mais "evoluídos", de uma "nova" geração em que se prega que, para se acreditar em Deus não precisa muito. Afinal, Deus é apenas deus e o ser humano é bem maior que isso, inclusive mais inteligente. Mas, se a santíssima figura realmente falou isso, então ele mesmo já nem crê mais em suas convicções, dado ao fato de dar escolhas diversificadas e enfatizar impropérios deste naipe! Numa coisa eu concordo com o ilustríssimo padre: melhor ser ateu que não saber servir à Deus! Hipócritas existiram e sempre irão existir em qualquer esfera. Servir a Deus não é tarefa para qualquer um. É muuuuito difícil! Como diria um velho ditado: …

A Religião E Os Embates Políticos

A Religião E Os Embates Políticos. Bom dia Brasil! (Sem querer plagiar o noticiário matutino). Começar um texto longo com passagens bíblicas, por ora já o torna bem desinteressante para algumas pessoas, porém, se faz necessário diante da situação atual do nosso país: "Eis que incitarei egípcio contra egípcio; cada um batalhará contra seu próprio irmão, vizinho lutará contra vizinho, cidade contra cidade, reino contra reino" (Isaías 19.2); "Porque nação contra nação e cidade contra cidade se despedaçavam, pois Deus os castigou com todo tipo de aflição" (2 Crônicas 15.6). A divergência e o debate são comuns e saudáveis em uma democracia plena! Vejam bem, eu disse plena. Porém, não é o nosso caso, apesar do belo regime ao qual dispomos e fazemos tão mal uso. São 33 anos (e não é referência à Cristo), de um sistema político ainda com pessoas despreparadas, tanto no que se refere aos governantes como de seus governados (nós)! Sim, ainda não sabemos usufruir do que nos foi o…